Lifestyle Minha Vida

Diário de uma futura ex-gordinha

21 de Março de 2017

E ontem foi segunda-feira, Dia Mundial do Regime.

Como sei que muitas pessoas (como eu) decidem iniciar suas dietas e retomar a academia no início da semana, escolhi o momento para fazer uma confissão:

Tô gordinha!

Antes de me recriminar e dizer “Ai, que exagero!”, deixa eu te contar: fui a um médico e estou com sobrepeso.

Tenho 1,60 m e estou pesando atualmente 59 kg. Sim, eu sei que a balança não é o mais importante, mas como estava me sentindo incomodada, resolvi marcar uma consulta com um nutrólogo, que logo de início providenciou uma bioimpedância (exame que avalia a composição corporal).

O resultado acabou confirmando o que as minhas roupas apertadinhas já estavam dizendo: estou com 29% de gordura corporal (o normal para alguém na minha faixa etária é entre 20% e 28%) e preciso muito emagrecer.

Mas você faz exercícios, como engordou?

Simples: comi MUITO!

Além de ter tendência a engordar, nos últimos tempos comi super errado e não estava mais tão ativa quanto costumava ser. O resultado foi bem justo e assumo que mereci cada quilinho a mais que ganhei.

Por que esse desespero em emagrecer?

Sem hipocrisia, gente. Não vou falar que é só saúde porque tentar usar uma roupa e ver que ela fica apertada ou desconfortável é péssimo. Outra questão ainda é o fato de eu dançar. Todos os movimentos ficam mais difíceis estando mais pesada (pelo menos para mim e para o Murilo, que tem que me erguer) e também, é muito complicado ficar bem em qualquer figurino estando fora de forma.

Mas então, o que você vai fazer?

Bem simples! Vou trabalhar em uma reeducação alimentar e voltar ao ritmo que levava com atividades físicas, mas tudo com supervisão.

Importante: gente, eu faço academia desde os 17 e vejo MUITA gente treinando por conta e fazendo absolutamente TUDO errado (alguns acham bonito postar vídeos ainda). Além disso, ainda existem as dietas milagrosas que prometem secar 10 kg em 7 dias, tudo isso bebendo só água de berinjela, agrião ou o que for. Uma sugestão: PAREM. Não existe recompensa sem esforço, então não esperem milagres. Cuidem de vocês e invistam em profissionais que possam auxiliar num bom resultado e com segurança. Seu corpo agradece.

Quem vai acompanhar minha dieta é o Dr. Antônio Carlos Meretka (CRM 8816-PR), nutrólogo, e meu treino físico será montado por um profissional de Educação Física (que ainda não sei qual, mas em breve conto aqui).

É isso! Vou postar mês a mês aqui os progressos e espero que isso possa motivar quem precisa ou quer levar uma vida mais saudável também. =)

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply