Browsing Category

Viagem

Por onde andei Viagem

5 motivos para viajar para o Egito

30 de julho de 2018

Todo mundo sonha em desbravar o mundo, mas quando o momento chega, os primeiros destinos que vêm à mente são Estados Unidos e Europa, não é? Hoje, para abrir os horizontes e ampliar as possibilidades de viagem, trago 5 motivos para você viajar para o Egito. Confere!

1 – Segurança

Parede do templo de Philae, em homenagem a Deus Ísis.

Você não leu errado! Ao contrário do que muitos pensam, o Egito é um país muito seguro. De aeroportos aos pontos turísticos, ninguém entra sem passar por guardas e detectores de metais. Além disso, as ruas das cidades são tranquilas e praticamente livres de assaltos. No Cairo, por exemplo, o comércio fica aberto até de madrugada (ou 24 horas) e é bem comum ver as pessoas caminhando, conversando e fazendo compras até tarde.

2 – Hospitalidade

Equipe do navio Princess Sarah II, que faz cruzeiro pelo Rio Nilo.

Se você acha que o brasileiro é hospitaleiro, ainda não conheceu um egípcio. No comércio e principalmente nos pontos turísticos, não importa se você fala inglês, espanhol, português, árabe ou chinês, eles vão dar um jeitinho de te entender e ajudar. E não se engane, normalmente as conversas não se resumem a explicar o preço das coisas: vá preparado para falar de futebol, do Brasil e do que tem gostado no Egito.

3 – Gastronomia

Prato principal no Abou Shakra, restaurante em frente às Pirâmides.

Quem ama comer não vai se decepcionar com o país. Nos hotéis e em navios que fazem cruzeiro pelo Nilo, você encontra o melhor da comida árabe e mundial. Já nos restaurantes nas ruas, você consegue experimentar porções gigantescas de comidas tradicionais por um preço super acessível. Restaurantes próximos a pontos turísticos (com vista para as pirâmides, por exemplo) são um pouco mais caros, pagos em dólar, mas valem cada centavo. E, claro, para os que não querem arriscar os temperos fortes, existem as grandes mundiais: Mc Donald’s, Pizza Hut e KFC são nomes familiares que podem te deixar mais tranquilo na hora de escolher uma refeição.

4 – Câmbio facilitado

Libra egípcia, a moeda local.

Nós brasileiros estamos acostumados a sofrer na hora de trocar moeda para viajar, não é? Indo para o Egito, temos uma pequena alegria neste quesito: a libra egípcia, moeda deles, é um pouco desvalorizada em comparação ao real (R$ 1,00 equivale a EGP 4,80). É uma boa vantagem e torna algumas compras mais fáceis, mas ainda assim vale calcular bem os gastos para não passar aperto.

5 – História e monumentos

Esculturas no templo de Philae, dedicado à Deus Ísis.

Por fim, o principal e mais importante: mergulhar na história e contemplar os mais lindos monumentos. Olhar fotos e ler sobre a cultura egípcia é completamente diferente de estar ali. Ver as pirâmides, os templos e a riqueza construída por essa civilização é uma sensação indescritível e com certeza nos faz pensar como somos pequenos e ainda não sabemos nada. Além da energia maravilhosa, as paisagens de tirar o fôlego vão de garantir ótimos cliques fotográficos e recordações pra vida toda.

O roteiro que eu fiz foi um presente da Schultz Operadora com a Exotic Tours and Travel e está disponível para vendas. Procure seu agente de viagens e peça pelo roteiro Navegando pelo Nilo, da Schultz!

Ficou com vontade de conhecer também? Me conta nos comentários!

Parceria paga entre autora e local.

Dicas Viagem

Viagem FREE pro Tahiti? SIM!

9 de março de 2017

Já imaginou passar 10 dias nas ilhas paradisíacas do Tahiti, sem pagar NADINHA? 

Sim, é possível!

Três casais ou uma família serão escolhidos pelo escritório de turismo do destino para realizar este sonho e participar da filmagem da série de vídeos “Duas Histórias/Um Mana”, que visa promover o local e atrair turistas.

Para participar, grave um vídeo de até 15 segundos contando o que te inspira sobre as ilhas e também quais seriam suas atividades favoritas lá. Em seguida, poste nas redes sociais (facebook, twitter ou instagram), utilizando a hashtag #TakeMeToTahiti.

O prazo para envio do vídeo é 5 de abril de 2017 e a viagem será realizada em junho, com as experiências filmadas e compartilhadas com o mundo todo.

Eu não vou perder, você vai?